O Tarot Intuitivo é uma técnica de desenvolvimento da capacidade intuitiva através de sessões de visualização criativa com o Tarot.


Carl Gustav Jung, pai da psicologia analítica


O Tarot tem sido revisto no meio psicoterapêutico desde os estudos de Carl Gustav Jung, que o utilizou como ferramenta em seus estudos sobre a Sincronicidade e o Inconsciente Coletivo. 

No livro "Jung e o Tarô: Uma Jornada Arquetípica" de Sallie Nichols esta estreita relação do pai da psicologia analítica com o Tarot fica bem clara. Mas são com os estudos do psicólogo americado pós-junguiano James Hillmann (1926-2011) que a dimensão transformadora de uma sessão terapêutica com o Tarot pode ser melhor entendida.



James Hillman ao lado do seu best-seller "O Código da Alma: Em Busca do Caráter e Chamado"



James Hillman foi o principal autor da chamada psicologia arquetípica que, diferente das linhas tradicionais da psicologia, não procura achar um significado específico para o que está acontecendo com um paciente. É uma terapia que parte do princípio que olhar para a condição pode ser mais importante que tentar analisá-la e colocá-la dentro de uma referência pronta. Esta 'tese' é, aliás, a base do saber fenomenológico de Edmund Husserl (1859-1938), das Constelações Sistêmicas de Bert Hellinger (1925-2019) até da pedagogia do olhar de Rubem Alves (1933-2014).


"As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos." - Rubem Alves


A partir desta nova perspectiva, O Tarot Intuitivo pode ser compreendido pelo seu efeito catártico profundo, trazendo conteúdos do inconsciente que ampliam nossa capacidade intuitiva além das funções das sensações, sentimentos e pensamentos. 

O Tarot Intuitivo permite uma maior compreensão sobre nossos problemas existenciais e o despertar de insights para lidar com estas questões de forma inovadora e criativa.







Por que desenvolver a Intuição?


A Intuição pode ser definida como “a capacidade de compreender algo imediatamente, sem a necessidade de raciocínio consciente”.

A intuição é conhecida também como "sexto sentido" ou "voz interior”. Ela é uma função da consciência que pode ser desenvolvida, assim como os pensamentos, sentimentos e sensações. Porém, ela se dá a nível mais inconsciente e pode muitas vezes ser confundida com a imaginação e o instinto. Por isso o seu desenvolvimento se torna tão importante.

A técnica do Tarot Intuitivo visa tornar a pessoa mais consciente desta sua ‘voz interior’, conseguindo diferenciá-la da imaginação, devaneios e de programações (ou preconceitos) que foram assimilados com o tempo de acordo com a sociedade e a cultura na qual a pessoa cresceu, melhorando significativamente a sua qualidade de vida.

Ao não desenvolver esta habilidade perdemos nossa capacidade natural de discernir a verdade da mentira, as boas oportunidades dos riscos... perdendo até mesmo tempo e energia resolvendo problemas complexos cuja solução seria mais fácil se simplesmente nos deixássemos conduzir por este guia interior.

Com o desenvolvimento da intuição é possível, por exemplo:

  • tomar melhores decisões e escolhas
  • resolver problemas complexos mais facilmente
  • ter mais êxito geral nos objetivos e negócios
  • ser uma pessoa mais criativa e inovadora
  • melhorar as relações pessoais
  • desenvolver a empatia
  • entender melhor as outras pessoas
  • aumentar a confiança para seguir palpites
  • ter mais chance de materializar boa parte dos nossos sonhos
  • ter reflexos mais rápidos para evitar perigos
  • minimizar comportamentos ingênuos

 



O Tarot Intuitivo é como uma psicoterapia?



Pertencente à linha da fenomenologia (assim como as Constelações Sistêmicas, Telas Mentais, etc), o Tarot Intuitivo não é nem substitui uma psicoterapia, se esta se fizer necessária. Ela é, portanto, uma técnica terapêutica complementar para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Durante uma sessão de Tarot Intuitivo não se busca apenas analisar ou interpretar as razões por detrás das questões trazidas. Mas ampliar a consciência sobre o objetivo final da existência destas questões e mobilizar a Intuição para encontrar respostas para nossos problemas

A meta principal do Tarot Intuitivo não é saber, por exemplo, por que estamos tristes ou magoados com alguém e o que há por detrás destes sentimentos. Nem prever o futuro ou desenvolver alguma capacidade mágica. O objetivo final do Tarot Intuitivo é desenvolver a nossa Intuição para ampliar o entendimento das nossas experiências e criar melhores respostas a elas



Porque o Tarot


O tarot é uma das melhores ferramenta visuais para o autoconhecimento e autodesenvolvimento.

Criado há séculos e constantemente sendo revisto, ampliado e atualizado (mais de 100 novos baralhos de Tarot são lançados por ano no mundo), o Tarot é um verdadeiro compêndio da sabedoria humana a partir de várias eras, culturas e escolas esotéricas (como a Cabala, Astrologia e a Numerologia). 


Tarot de Marselha - um dos mais clássicos Tarots 



Os Arcanos ou “mistérios” do Tarot são símbolos que possuem a mais completa tradução das experiências humanas na terra - tanto as que refletem as próprias escolhas que cada ser humano é capaz de fazer (livre-arbítrio)  quanto as que todos somos sujeitos por efeito do 'destino' (tempo e leis herméticas). 

Cada Arcano, assim, é de natureza arquetípica - um padrão de imagens que possui um sentido atemporal em todas as culturas. 

Ao perceber a nossa realidade interior a partir dos arquétipos trazidos pelos Arcanos, acessamos as imagens do nosso Inconsciente bem como desenvolvemos a 'leitura intuitiva' da vida.




Como o Tarot Intuitivo acontece?

Numa sessão de Tarô Intuitivo, o foco está na situação presente que a pessoa traz. 





A partir desta situação é que são feitas as sondagens, através das imagens dos Arcanos, sobre o que o Inconsciente da pessoa revela para ser visto e ampliado sobre a questão. Estas imagens podem expressar sentimentos, pessoas, eventos, vidas, etc, que o cliente percebe que estão envolvidos no tema trabalhado. 

A partir de então criam-se conexões entre as imagens arquetípicas sorteadas com as vivências do cliente. Este exercício ativa o fluxo da intuição, imaginação e emoção da pessoa, que passa a entender, sentir e ressignificar a situação apresentada sem que se necessite analisá-la racionalmente.

A compreensão e interpretação das imagens são feitas inicialmente pelo cliente e, em seguida, alargadas pelo taroterapeuta. Assim, é a própria pessoa que vai criando a narrativa da sua história e tomando mais consciência sobre o sentido de precisar passar pelas experiências em questão. 



A consulta demora em torno de 50 minutos e abrange 3 fases:

1ª fase - Anamnese = conversa sobre a fase em que se está, analisando que tipo de situação a pessoa quer elucidar.

2ª fase – Imagens do Inconsciente = conforme a questão levantada, o cliente sorteia os Arcanos de Tarot que revelarão o que diz o seu Inconsciente sobre o caso. A interpretação das imagens é feita pelo cliente com apoio do taroterapeuta. Não se trata de interpretar o Arcano pelo seu significado oracular. Mas de entender o que a imagem traz para o trabalho terapêutico de acordo com o sentido que o cliente dá para o Arcano.

3ª fase – Arcano de Meditação = considerando a situação trabalhada, a pessoa sorteia uma carta final. Esta carta servirá como uma provocação para despertar novos insights até a próxima sessão terapêutica.



Efeitos


Durante o processo podem ser ocorrer mudanças na vida do cliente face a alterações do seu comportamento social. São comuns relatos de:

  • abertura ou desenvolvimento de algum dom artístico ou espiritual
  • sonhos premonitórios e recorrentes
  • aumento da sensibilidade e empatia pela natureza, animais e pessoas
  • contatos com pessoas que estavam afastadas
  • resolução de conflitos pessoais, matrimoniais e familiares
  • alterações no sono
  • mudanças de valores, estilos de vida e necessidades
  • reações diferentes frente a situações cotidianas
  • aumento da autoestima e autoconfiança
  • mais prazer sexual e sensorial

 



Periodicidade do Tarot Intuitivo


O Tarot Intuitivo é feito através de sessões semanais ou quinzenais de 50 min. cada, durante pelo menos 21 encontros.

Estas sessões podem acontecer presencialmente ou por videoconferência.



Quer fazer uma sessão experimental?


Para agendar uma sessão experimental de Tarot Intuitivo, clique abaixo e converse comigo.